Ricardo Alvarez encaminha PL para impedir a volta às aulas presenciais sem vacina em Santo André

Ricardo Alvarez encaminha PL para impedir a volta às aulas presenciais sem vacina em Santo André

O vereador de Santo André, Ricardo Alvarez (PSOL), protocolou, ontem, um Projeto de Lei, para barrar a volta às aulas presenciais no dia 18 de fevereiro (escolas particulares) e 2 de março (escolas públicas), como determinou o prefeito Paulo Serra, em Santo André.

A decisão de volta às aulas na região foi tomada em conjunto pelos sete prefeitos da região do ABC, em reunião do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC (Presidido por Paulo Serra) há mais de duas semanas, quando ainda não havia sido iniciado o processo de imunização contra a Covid no Brasil e sem qualquer consulta à comunidade escolar do município.

Segundo o vereador do PSOL, uma série de motivos mostram que não é hora de falar em volta às aulas presenciais sem vacina:

“As cidades de todo o país passam pelo recrudescimento da pandemia justamente no momento em que ultrapassamos o número de 210 mil mortes. Consideramos ainda uma possível mutação do vírus que pode elevar os números de contágio.
Defendemos a necessidade de um plano emergencial municipal claro e transparente, que abra diálogo com os gestores da educação, os sindicatos, os conselhos e os representantes da educação e da saúde de nossa cidade.
A falta de insumos para a produção do imunizante em larga escala nesse momento é um grave indicador de que a vacinação vai acontecer a conta gotas no Brasil. Além disso há a possibilidade de atraso no cumprimento da agenda de vacinação”, explicou.

Para o vereador, que também é professor de Geografia, é necessário garantir a segurança dos profissionais da educação, dos alunos e dos demais membros da comunidade escolar para que as aulas presenciais voltem a acontecer.

“Esse é mais um dos motivos para incluir toda a comunidade escolar no grupo prioritário – que deve receber a vacina na primeira fase do plano de imunização, junto de profissionais da saúde, pessoas idosas e indígenas.
Não temos motivo para expor nossos estudantes, profissionais da comunidade escolar e toda a nossa sociedade em nome de um retorno apressado e cheio de protocolos que em nada vai resolver a situação dos nossos alunos e alunas. Ao contrário, vai colocá-los em risco.
Precisamos garantir uma volta segura e ininterrupta às salas de aula. O conteúdo é possível recuperar. Vidas não!”.

Vale lembrar, que como noticiado ontem, com exclusividade pelo ABCdF, professores e sindicatos da região se uniram em um manifesto que pede a inclusão dos professores e de membros da comunidade escolar no grupo prioritário para que as aulas presenciais possam voltar.

Ricardo Alvarez é professor, foi eleito vereador em 2020 pelo PSOL e irá fazer um mandato popular, coletivo e em defesa do povo de Santo André.

Na foto, o vereador de Santo André, Ricardo Alvarez.