“Fiz as reivindicações que Rio Grande precisa e o presidente do Consórcio teve sensibilidade”, diz Claudinho

“Fiz as reivindicações que Rio Grande precisa e o presidente do Consórcio teve sensibilidade”, diz Claudinho


O prefeito de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira (Podemos), explicou a retirada do projeto que previa a saída do município do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

Segundo Claudinho, a retirada do projeto já estava prevista muito antes da reunião entre os vereadores e o Secretário Executivo do Consórcio, Acácio Miranda.

“Na verdade, fizemos reivindicações importantes para a nossa Rio Grande da Serra ao prefeito Paulo Serra (PSDB) e ele teve sensibilidade.
Nós conversamos com o prefeito Clovis Volpi, de Ribeirão Pires, sobre a importância do Hospital da Santa Luzia, que fortalece os atendimentos à microrregião”, ressaltou.

O prefeito ainda aproveitou a oportunidade para dizer que a entidade não pode servir de cabide de emprego para derrotados políticos:

“Não dá para aceitar que o Consórcio seja usado como cabide de emprego e abrigue derrotados e adversários com altos salário”, disse o prefeito, que faz referência a nomeação do ex-prefeiturável Akira Auriani (PSB) e de Carlinhos, que atuou como homem forte e interventor no governo de Gabriel Maranhão (Cidadania).

Claudinho quer propor uma nova maneira de fazer política em Rio Grande da Serra, tem exposto os problemas da cidade e culpado quem de fato tem culpa: a gestão passada, de Gabriel Maranhão, que além de endividar a cidade, deixou inúmeros problemas que poderia ter resolvido enquanto foi prefeito.

No fim, Claudinho ressaltou a intervenção positiva do presidente do Consórcio para manter o ABC unido:

“Faço um cumprimento ao prefeito Paulo Serra, presidente do Consórcio, pela sensibilidade, por entender as demandas de Rio Grande da Serra e que são importantes para a nossa cidade”, finalizou.