Corinthians e São Paulo deixam estádios à disposição para campanha de vacinação contra a Covid-19

Corinthians e São Paulo deixam estádios à disposição para campanha de vacinação contra a Covid-19

Os clubes do futebol paulista Corinthians e São Paulo colocaram, na última sexta-feira (8), seus respectivos estádios à disposição do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo para a realização de campanhas de vacinação contra a Covid-19.

No mesmo dia do anúncio, o governo estadual e o Instituto Butantan solicitaram à Anvisa o registro de uso emergencial da CoronaVac, imunizante produzido pelo laboratório Sinovac em parceria com o Instituto paulista.

Através do Twitter, o presidente do Corinthians, Dulio Monteiro Alves, ofereceu o estádio do clube e disse que a Arana do timão está “à disposição dos órgãos de saúde para que seja feita uma campanha de imunização em massa na Zona Leste de SP”.

Por sua vez, o São Paulo Futebol Clube, divulgou uma nota oferecendo as dependências do Estádio Cicero Pompeu de Toledo, conhecido popularmente como Morumbi, para ser um ponto de imunização em massa na Zona Sul.

“Assumindo nossa responsabilidade social neste importante e crítico momento vivido por toda a população, mas inteiramente confiantes no sério trabalho conduzido pelo Governador João Doria e por todo o Comitê Executivo, manifestamos nosso posicionamento em disponibilizar toda a infraestrutura do São Paulo Futebol Clube para aquilo que for necessário, inclusive o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, para local de vacinação”, disse o presidente do São Paulo, Julio Casares.